Acompanhe-nos:

Blog

Junho, 2016 por 504

Meu querido e saudoso amigo e maestro Magro,

 

trago boas novas. Já que você antecipou sua partida, o que absolutamente não estava combinado, estamos começando o ano de 2016. Como você sabe, no ano passado o MPB4 comemorou 50 anos de carreira. Devido à sua ausência, que nos trouxe apreensões diversas, selecionamos músicas inéditas, pedidas aos compositores nossos amigos. Reunimos uma seleção de responsa. Você precisava ver. Só musicão.

 

Maio, 2016 por 504

O jornal Meio Norte (Teresina - PI) deu uma matéria sobre os 50 anos do grupo e o lançamento do CD de inéditas - “MPB4 50 anos - O Sonho, a Vida, a Roda Viva!”.

 

A matéria completa está disponível para leitura em PDF: "MPB4 celebra 50 anos com disco de inéditas" 

Maio, 2016 por 504

Biografia

 

Cantor. Instrumentista (tecladista, vibrafonista, clarinetista, saxofonista, percussionista). Arranjador. Compositor.

Março, 2016 por 504

Silenciam os tambores - aquele que mais sabia deles tirar música se foi. Naná Vasconcelos nos deixou. Orixás e ogãns de todo o Brasil seguem agora em respeitoso cortejo com o corpo de um dos maiores músicos/percussionistas de nossa terra. Descanse em paz, Naná.

 

Julho, 2015 por 504

Houve tempo em que o MPB4 era maior do que eu. Uma entidade que me conduzia. Hoje nem tanto. Mas ainda assim eu guardo um enorme respeito pelo MPB4, esta entidade cinquentona que me identifica: Aquiles do MPB4. Sou dele tanto quanto sou da música, a qual também devoto consideração. Feito adolescente, rebelei-me contra o que considerei um excesso de poder dele sobre mim. Aí confesso: Já saí dele e voltei pra ele. Duas vezes. A cada volta um recomeço com expectativas diferentes.

Julho, 2015 por 504

Sempre gostei de vozes em harmonia. Me encantavam os trios, quartetos, quintetos, entoando boleros, sambas-canções e tudo mais da música brasileira dos anos 50.

 

Ficava fascinado também com os musicais americanos, onde quase sempre despontava um grupo vocal. E assim fui seguindo até formar o mpb4.

 

Julho, 2015 por 504

Já se passaram quase três anos desde que fui convocado para substituir José Waghabi Filho, o Magro, no MPB4, o maior conjunto vocal brasileiro. Miltinho, Aquiles e Dalmo reagiram à dor dessa perda irreparável me chamando para dar seguimento a essa carreira de grande sucesso. Desde então tenho sentido na pele o carinho, o respeito e a admiração do público Brasil adentro pelo MPB4.

Julho, 2015 por 504

Neste ano de 2015, completo 11 anos de carreira no MPB4. Quando substitui Ruy Faria, em 2004, sabia da responsabilidade que a vida me apresentava naquele momento. Vestir a camisa da primeira voz daquele que, pra mim e pro resto do Brasil, já era considerado um dos maiores grupos vocais da música popular brasileira, constituiu-se num grande desafio de vida pra mim.

 

Julho, 2015 por 504

Para comemorar os 50 anos do MPB4, Miltinho, Aquiles, Dalmo e Paulo escreveram um post contando o que significa essa data para cada um.

 

50 anos por Miltinho

 

50 anos por Aquiles Reis

 

50 anos por Dalmo Medeiros

 

50 anos por Paulo Malaguti

Páginas